Batalha dos Cães

12 Maneiras de Evitar as Brigas do Seu Cão

COMPARTILHAMENTOS

Acontece. Acontece comigo direto. Minha linda e mansa vira-latinha, Severina, implica com cachorros aleatórios na rua – as vezes até alguns que já são “amiguinhos”.

2014-07-05 15.39.37

A Severina, apesar de ser filha única, anda todos os dias no nosso bairro cheio de cães, mas foi encontrada na rua, já adulta, então #SóDeusSabe o que ela aprontava antes de termos encontrado a bichinha.

Mas acontece também com cachorros que são socializados e adestrados, que não são agressivos com outros cães. Então pra nós, que temos cachorros normalmente mansos com os outros e os outros cães, imaginamos sempre que não começariam brigas alheias na rua, né?

2-atticusvomgermelhaus1-600x370

Uma vez a minha bichinha brigou com um cachorro na entrada do elevador do nosso prédio – durou poucos segundos, mas foi o suficiente pra machucar a orelha da outra cadelinha – e eu tive que arcar com a conta, e angústia da ferida que minha pequena causou!

Quando essas coisas acontecem, eu sempre fico imaginando – como que eu poderia ter evitado isso? Como parar as brigas antes de começar?

Aqui, você encontrará respostas para estas perguntas, além de outras informações para esta situação que eu espero que nunca aconteça com vocês!

1. Monitora as brincadeiras do seu cachorro 

Mesmo sendo normalmente brincadeira de verdade, as brincadeiras das nossas crianças de 4 patas as vezes podem sair fora do controle, e ficar um pouco violento. Se isso acontecer, separe os 2 cachorros por alguns minutos, ou até que todos se acalmam.

3-929049_236632293211973_761791755_n-600x600

2. Reconheça diferenças em tamanho

Se há uma diferença de tamanho considerável entre os 2 cachorros, lembre que o menor corre um risco maior de se machucar durante uma briga, ou até brincando. Quando for pro parque, tente incentivar que o seu cão brinque com cachorros mais ou menos do mesmo tamanho. Se o parque tiver 2 áreas separadas para cães, um para cães pequenos e outro para os grandes, deixe o seu cachorro no parque pro tamanho dele. É para a segurança dele e dos outros!

4-harlowandsage2-600x600

3. Pressupõe que ninguém sabe compartilhar  

Existem vários elementos que o seu cachorro acha que precisa proteger: seus brinquedos, sua água, potinhos de comida, sua cama, etc. Se um amiguinho vier pra casa dele para brincar, guarde tudo isso! Mesmo se o seu cachorro não chega a ser tão ciumento com as coisas dele, talvez o outro cachorro seja, e daí o seu vai reagir! Guardando essas coisas, você acaba evitando uma situação onde o seu cachorro pode se estressar.

5-iluvdash-600x600

4. Apresente cachorros novos em território neutro  

Encontrar um espaço neutro para o seu cachorro é tão fácil quanto dar uma volta no seu próprio quarteirão! Antes dos cachorros entrarem em contato, passe um cachorro do lado do outro (com os 2 na guia!). Faça uma interação curta no começo, pra evitar a super-estimulação, e lembre que é pra deixar tudo rolar devagarzinho.

6-foxy_chiweenie_adventures-600x600

5. Repare na linguagem corporal 

Ter noção da linguagem corporal do seu cachorro é super importante – é o idioma nativo dele! Reconhecer a linguagem corporal dele e tirar ele da situação é um dos melhores jeitos de evitar uma briga de cães.

Sinais de Medo/Agressão (Ameaça Defensiva)
7-moderndogmagazine1

Sinais de Domínio/Agressão (Ameaça Ofensiva)

8-moderndogmagazine2

Prevenir uma briga é o ideal, mas nem sempre possível. Se uma briga acontecer, não entre em desespero, e não se culpa muito – e nem seu cachorro. As vezes os cães se comunicam de uma forma em que não conseguimos enxergar ou entender.

Seguem algumas dicas de como remover o seu cachorro de uma briga – com segurança e eficiência:

6. Assuste os cachorros 

Faça um escândalo! Grite, bate as mãos, ou utilize objetos pra fazer barulho. Mas se isso não funcionar depois de 3 segundos, é hora de tentar outro método.

9-shichon.mickey-600x600

7. Utilize água 

Se tiver alguma fonte de água por perto, tente jogar água nos cachorros com um balde de água ou uma mangueira.

10-kwaggs5282-600x600

8. Crie uma barreira

Coloque algum objeto entre os 2 cachorros pra criar uma barreira. Tente criar uma barreira que não só bloqueia o contato físico entre os dois, mas que ajude a evitar o contato visual deles também.

11-lsajek-600x600

9. Utilize spray de citronella

Considere carregar um spray de citronella. Muitos cachorros detestam o cheiro de citronella, então apontar o spray na fuça deles pode ajuda a acalmar uma briga.

12-spray-shield-dog-repellant-600x600

10. Utilize um cobertor

Jogue um cobertor em cima dos 2 cachorros. Se eles não enxergarem, isso pode ajudá-los a parar de brigar!

13-arya4paws-600x600

11. Separe os cachorros fisicamente 

Separar os bichinhos deve ser sempre em último caso, já que pode machucar tanto o seu cachorro quanto você. E apesar de ser o nosso primeiro instinto, nunca pegue o seu cachorro pela coleira durante uma briga – isso te coloca em alto risco de ser mordida. Se nenhum dos métodos acima funcionarem e você precisa separar os cães fisicamente, tente os próximos passos, cuja fonte é do ASPCA:

  • Você e uma ajudante, ou pai do outro cachorro, devem chegar juntos nos cachorros. Tente separar os dois ao mesmo tempo.
  • Segure as pernas de traz do seu cachorro, logo em cima, abaixo do quadril dele, onde as pernas se conectam ao corpo. Evite pegar na perna próximo à pata. Você pode machucá-la desse jeito.
  • Como se você estivesse levantando um carrinho de mão (padá, padá padá badá bá), levante a bundinha do seu cachorro, para levantar suas pernas do chão, depois chega pra trás, se afaste do outro cachorro. Assim que você estiver alguns passos longe dele, faça uma manobra de 180 graus com o seu corpo, carregando o seu cachorro, pra ele olhar pro outro lado, ao ponto de não conseguir ver mais o outro cachorro.

Uma coisa que é importante você lembra desse tipo de situação, é que você não deveria se sentir nervoso ou com vergonha do seu cachorro por entrar nessas brigas – as vezes é uma forma inevitável (e infeliz) deles se comunicarem.

14-@grovesgirls-600x600

ASPCA disse que “a maioria das brigas de cães, principalmente as que são entre cachorros socializados, não acabam machucando nenhum dos dois. Uma briga de cães normalmente é o equivalente de uma discussão rápida e acalorada com um amigo ou parente.” Socialização, prevenção, consciência, e compreensão, são todas formas que nós, como pais de cães, podemos ajudar os nossos cachorros e outros à não se machucarem durantes estes momentos falhos na comunicação canina.

Fontes: ASPCA