Férias? Também Quero Ir!

8 Dicas Essenciais para Viajar com Seu Cão

COMPARTILHAMENTOS
Dog na piscina viajando

Além de ser mãe babona de uma cadelinha vira lata, sou profissional da área de turismo, e tenho uma agência que opera Brasil afora. Portanto, além de saber como os humanos devem viajar, também procuro orientações para nossos amiguinhos peludos. Eu sei bem como é ficar longe da minha dog, e sempre que posso, levo ela comigo em minhas aventuras pelo Brasil e o mundo!

2014-10-26 13.26.41

Seguem algumas dicas pessoais e de outros sites de vida de cão, para te ajudar na sua próxima viagem com o seu cãozinho.

1. Documentação.

passaporte-cao

Imagem via Tribuna do Sertão 

Sabia que seu cão precisa de RG? Faça um registro (RGA) na sua prefeitura, para poder ter em mãos quando for viajar com seu pequeno. Tenha também em mãos a carteirinha de vacinação dele. Para viagens internacionais, é sempre bom ver as regras específicas por destino. Normalmente seu agente de viagens, ou o próprio consulado do país podem te ajudar com isso. Além disso, tem uma exigência do Ministério da Agricultura brasileiro, onde você precisa passar no escritório mais próximo, e buscar um atestado que se chama um Certificado Zoo Sanitário Internacional. 

2. Acomodações. 

hotel_canino

Imagem via Vila do Pet 

Existem alguns hotéis que aceitam cães no Brasil. Alguns são bastante abertos, mas ainda há muitas limitações. Os sites Roteiro Animal e Dog Times têm uma seleção boa destes hotéis, e o Guia 4 Rodas também tem um selo que identifica os hotéis que aceitarão seus bichinhos (normalmente somente de pequeno porte). No meu caso, para ficar mais confortável para todos, eu sempre prefiro levar a minha pequena quando alugamos casa em viagens. Assim vejo antes da viagem se ela terá um quintal fechado pra ficar enquanto passeamos em lugares que não pode levar cães, e também fica mais fácil garantir que ela não incomodará outros hóspedes em hotéis.

3. Veterinário + Remédios. 

remedio

Imagem via CachorroGato

Para evitar dores de cabeça, atualize as vacinas, e pede para seu veterinário passar um forte anti-pulgas e vermífugo para seu cão, um pouco antes de sua viagem. Assim você garante que mesmo indo para lugares diferentes e encontrando outros bichinhos, seu cão voltará saudável. Fora que dependendo da linha aérea, eles também exigirão isto. Se o seu cão tem costume de tomar remédios normalmente, não esqueça de por na necessaire dele também!

4. Trajeto.

carrinho-cachorro

Imagem via Divando

Se for de carro, pare de 3 em 3 horas para o bichinho se aliviar e dar uma passeadinha, nem que seja em um posto de gasolina. Assim eles ficam menos estressados e ansiosos. Sempre leva uma água fresca no carro para não ter que ficar parando, ou uma tigelinha pra água no avião. Se der, viaje a noite ou em tempos mais frescos para o cão não sofrer de calor com o sol entrando pra dentro do carro. Se o seu cachorro for muito pequeno, não sabe ficar quieto, ou você simplesmente quer protegê-lo na viagem, existem cintos de segurança e carrinhos para eles também!

aviao

Imagem via ViajeSim

Se for de avião, cães acima de 10 quilos precisam ser despachados. E todos, até os pequenos, precisam de um caixote/casinha dentro dos padrões das linhas aéreas. Para linhas aéreas internacionais, consulte a linha aérea específica. Se quiser ver mais exigências específicas de cada linha aérea brasileira, veja aqui as regras de cada companhia: TAM, Azul, Gol, Avianca.

Outra opção é viajar de ônibus rodoviário. As viações pedem um comprovante de boas condições de saúde do cão, então faça uma viagem ao veterinário antes da viagem, com menos de 2 semanas antes da viagem. Antigamente, poderia viajar com o cão no corredor ou próximo ao dono, mas hoje, é preciso comprar uma passagem separada para o cão, em uma caixa especial para transporte. Pessoalmente, dependendo da distância da viagem, eu acho que se for muito longa, as vezes compensa mais alugar um carro, se você não tiver veículo próprio. Mas para viagens mais curtas, o ônibus é uma excelente opção!

5. Comes e Bebes.

dogscare2

Imagem via Dog’s Care. 

Quanto a comida, leve comidas ou ração que ele já tem costume de comer. Uma mudança brusca de marca pode fazer que ele passa mal na viagem. Eu também gosto de levar petiscos extras pra distrair a minha no carro e quando estou em um grupo com pessoas que não têm cães, é bom deixar os petiscos expostos e pedir pra não dar comidas diferentes pra ela. Porque se deixar…

6. Destino. 

torre-eiffel

Imagem via ViajeSim

Só leve seu companheiro se for uma viagem divertida pra ele também! Eu por exemplo, não levo a minha pet se for fazer uma viagem muito longa de avião, ou é para alguma cidade onde eu não terei como levar ela em determinados passeios. Ela pode se estressar e eu acabo não me divertindo tanto. Melhor deixar com parentes, hotel de cães, ou algum cuidador de cães de confiança, para ela também tirar férias e se divertir com os amigos dela! Se não tiver alguém de confiança ainda, veja em sites como o PetHub, um “airbnb” para cães. Já a minha cadelinha adora viagens para praias (mais desertas), aventuras na natureza em trilhas, e passeios por parques.

7. Bagagem. 

bagagem-cachorro

Imagem via PetRoomie

É bom fazer também uma mala só pra ela! Coisas que eu não deixo de colocar lá são:

  • Guia e coleira
  • Ração contada para os dias de viagem
  • Petiscos
  • Documentação (RGA + Carteira de Vacina)
  • Caminha + acessórios
  • Potes (ou tupperwares para facilitar carregar)
  • Roupas e/ou coberta, se for lugar frio
  • 2-3 brinquedos
  • Shampoo e toalha (porque eles entram em cada canto…)
  • Saquinhos de cocô – não vamos sujar o quintal dos outros!

Se for de avião, também a caixa de transporte com almofadinhas pra ficar confortável pra ele.

8. Precauções. 

Veja se a plaquinha de identificação do seu cão está atualizada. Caso ele se perde, em um lugar desconhecido, é importante ter o telefone de contato que esteja com você (celular e não o fixo), e talvez até deixe na caixa de transporte, o seu endereço no destino e também da sua residência, como faria em uma mala. Procure também telefones de veterinários no destino, caso alguma coisa aconteça com seu cão, você já tem um contato.

E uma boa viagem para você e seus cães, a minha pequena aprova!

Cadela na Praia

2 thoughts on “8 Dicas Essenciais para Viajar com Seu Cão

Comments are closed.