#cãessurdossãodemais

Vivendo com um cachorro surdo

COMPARTILHAMENTOS

“Seu cachorro é surdo? Eu jamais saberia!”

Essa é uma resposta típica que eu ouço quando as pessoas conhecem Pixie (@instapup_pixie no Instagram), nossa querida chihuahua surda, pela primeira vez. Ela é uma educada, amorosa, agitada e esperta cadelinha, mas acontece que ela também é surda.

2014-06-25_53ab0ae2577a9_IMG_1

Sentir pena não ajuda

Quando eu me dei conta de que Pixie era surda, foi de partir o coração num primeiro momento, mas depois foi apaixonante. Primeiro eu fiquei desolada porque esse bichinho lindo nunca escutaria os sons do mundo, nunca ouviria seu próprio latido e também o som da minha voz chamando por ela. Mas assim que os dias foram passando, eu comecei a pesquisar cada vez mais sobre cães surdos e vi que não tinha nada pra eu ficar triste. Ela nasceu assim e não sabe a diferença dessas coisas. Eu ficaria ligada a ela como a qualquer outro cachorro. Era só aprender a se comunicar com ela de uma forma diferente.

2014-06-25_53ab0ae2579a7_IMG_2

Porque existem cães surdos?

O motivo da surdez dos cães muitas vezes é parecido com os seres humanos. Alguns nascem com esse problema, que é a surdez congênita. Pelo que aprendi, a surdez canina se deve à pigmentação, mais diretamente no ouvido. Todos os cães nascem surdos e depois desenvolvem a audição. Se as terminações nervosas nas orelhas dos filhotes têm pouca pigmentação, eles vão ficar atrofiados e morrer, causando a surdez.

2014-06-25_53ab0ae257b69_IMG_3

Não é mais difícil adestrar um cachorro surdo?

Sinceramente? Não. Agora que eu tenho dois cães, a Pixie e o Blitz, irmão dela (@blitzthechi on instagram), aprendi que treinar um cachorro é difícil, seja ele deficiente ou não. Acho que ensinar a Pixie foi na verdade mais fácil em alguns casos porque eu conseguia mantê-la focada de uma forma mais simples do que com o Blitz. Claro que tive que aprender algumas gestuais para me comunicar com ela, mas ao ver que ela reagia aos sinais, criei meus próprios gestos que faziam sentido pra mim e pra ela.

2014-06-25_53ab0ae257d2b_IMG_4

Eles se dão bem com outros cães?

Sim. Pixie adora outros cachorros e humanos também. Ela tem confiança e não tem ideia de que o mundo tem som e nem liga pra isso. Ela prefere se divertir e viver o momento. E também, quando veio o Blitz, ela foi e continua sendo uma grande mentora pra ele, que aprendeu linguagem de sinais mais rápido que comandos verbais, porque a Pixie sempre mostrava a ele como era. Agora, eles são farinha do mesmo saco.

2014-06-25_53ab0ae257f10_IMG_5

Infelizmente, alguns cães são abandonado ou sacrificados simplesmente porque são surdos

Como dona de uma cadela surda, eu incentivo vocês a ignorarem esses preconceitos sobre animais nessa condição e entender que muitos deles são enviados para abrigos, ou até pior: sacrificados por causa da deficiência auditiva. Existem ONGs que apoiam a adoção, treinamento e o amor pelos cães deficientes. Dois exemplos são a ONG SAVA e a Clube dos Vira-Latas. E lembre-se: cachorros surdos ainda são cachorros e vão te amar incondicionalmente.

2014-06-25_53ab0ae2580d9_IMG_6

Você tem um cachorro surdo?

Se sim, adoraria ouvir a sua história nos comentários! E nas redes sociais, marque seu cãozinho surdo com #caessurdossaodemais para se juntar à Pixie e aos outros maravilhosos e queridos cachorros surdos.

Depoimento de Sarah Zimmerman, publicado originalmente no BarkPost